25 de setembro de 2013

Adaptação ao cinema: 'Gone Girl'

A notícia de que o bestseller Gone Girl, publicado em Portugal pela Bertrand com o título de Em Parte Incerta, vai ser adaptado ao cinema não é nova.

Há, sim, novidades nos nomes confirmados para desempenhar as personagens de Gillian Flynn, sendo que o núcleo principal de actores já está escolhido (até ver), assim como o realizador, David Fincher (uau!).

Tirando as duas actrizes secundárias (que interpretarão Andie e Go), confesso que imaginava outras caras, sendo que, para mim, as maiores surpresas são Ben Affleck como Nick e Neil P. Harris como Desi, carinhas larocas a anos-luz da associação que faço das personagens na minha cabecinha pensadora.


Ben Affleck / Nick Dunne

Tyler Perry / Tanner Bolt

Carrie Coon / Go

Emily Ratajkowski / Andie

Neil Patrick Harris / Desi Collins

Rosamund Pike / Amy Dunne
Fonte: imdb.com

As filmagens começam em 2014 e o lançamento está agendado para 2015. O argumento está a ser escrito pela própria autora, e estou curiosa para ver como o talentoso David Fincher vai passar, para o ecrã, o diário da incrível Amy.

Informação obtida daqui e daqui.

17 de setembro de 2013

Sangue Final (saga Sangue Fresco #13)




Autor: Charlaine Harris
Género:
 Fantasia Urbana
Idioma: Português
Editora: Saída de Emergência
ISBN:  978-9-89-637555-3
Título original: Dead ever after
---

Sangue Final é o adieu, farewell à amiga Sookie. Depois de 13 anos de livros, naquela que foi uma colecção absolutamente viciante, divertida de ler e que vai deixar saudades (embora os últimos títulos não tenham sido os melhores nem os mais aliciantes), tive que me despedir das personagens que me habituei a seguir e que me acompanharam por todo o lado: transportes, praia, salas de espera, em viagem, foram vários os locais onde li as aventuras da telepata humana com uns pinguinhos de sangue fae.

O livro começa de uma forma diferente do habitual, com mais suspense e mistério. Há requintes de malvadez nos capítulos iniciais, até descobrirmos o porquê. Está a ser orquestrada uma trama pelos inimigos de Sookie Stackhouse, que por esta altura (13.º livro) já enchem uma sala; querem eliminar a jovem de vez e o plano é diabólico e implacável; no final da saga, as expectativas são altas.

OK, a aventura, a acção e o romance estão lá, as personagens são nossas conhecidas e o livro final promete sempre mais emoção. Afinal, é o final de um ciclo. Expectativas altas, novamente. Porém... à semelhança dos títulos mais recentes, Sangue Final é medíocre e fica aquém do esperado. É evidente que Charlaine Harris não soube manter o fio à meada do universo que vem construindo há anos, e isso decepcionou-me.

Ao contrário de várias críticas negativas que li, nomeadamente na Amazon americana, não me fez assim tanta espécie a pessoa com quem Sookie ficou no fim. O que me desgostou foi a falta de coerência com a história no global, 12 livros passados. O livro (e o final) pareceu apressado e insonso, o que não abona a favor da autora. Vou procurar outros livros de Harris, mas a forma como ela concluiu Sangue Fresco podia ter sido melhor, se bem que longe de inesperado (a qualidade da história já vinha a decrescer há uns livros atrás).

avaliação: *** (mediano)

8 de setembro de 2013

Novo livro de Hercule Poirot em 2014


À semelhança de tantos fãs de Agatha Christie (presente!), a escritora de policiais e poeta Sophie Hannah começou a ler os livros na adolescência e cedo se rendeu à sagacidade e inteligência de Hercule Poirot, o pequeno detective belga com cabeça em forma de ovo.

Foi ela a escolhida para "ressuscitar" Poirot (morto por Christie há 38 anos), com o aval da editora Harper Collins (e dos herdeiros da dama do crime, claro), e o livro, ainda sem título, será publicado daqui a um ano, em Setembro.

Fonte: Tumblr

Para já, pouco se sabe do enredo (sem surpresas, o segredo é a alma de$te negócio), mas o neto de Agatha Christie e a Harper Collins auguram excelentes vendas, não só porque os livros escritos há décadas continuam a vender bem mas também porque os telefilmes interpretados por David Suchet continuam a ter boas audiências e a manter o mito vivo.

Pessoalmente, não estou particularmente entusiasmada mas também não descarto a leitura do livro. Nunca li desta autora, por isso não posso comentar se é uma boa escolha ou não. Mas Poirot é o meu detective favorito, devorei todos os livros de Christie na adolescência (bendita biblioteca municipal que tinha a colecção Vampiro Gigante inteirinha!) e desde que se mantenha o espírito da personagem, não vejo porque não. Cá estarei para opinar quando chegar a altura!

Leiam a notícia no Público e na BBC News.

1 de setembro de 2013

Sangue Impetuoso (saga Sangue Fresco #12)



Autor: Charlaine Harris
Género:
 Fantasia Urbana
Idioma: Português
Editora: Saída de Emergência
Páginas: 301
ISBN:  978-9-89-637450-1
Título original: Deadlocked
---

Sangue Impetuoso é o 12.º (o penúltimo) livro da saga Sangue Fresco e já começo a sentir a nostalgia. Durante meses, deliciei-me com as aventuras da loura (peituda) Sookie Stackhouse, uma empregada de bar do Louisiana que se vê envolvida num mundo sobrenatural que nunca imaginou que existisse, repleto de seres mágicos e aterradores, que usam o seu poder para influenciar terceiros, enriquecer ou ter poder. Ah, Sookie também é uma telepata, o que é mais uma maldição que uma peculiaridade, mas aprendeu a conviver com o seu dom e a usá-lo da melhor forma.

Desta vez, a nossa detective em part-time tem (mais) um homicídio para investigar. Uma rapariga de reputação duvidosa morre numa festa, dada por Eric, para uns vampiros poderosos; Sookie não fica contente com o sucedido, até porque a relação com o vampiro já viu dias melhores, e porque Eric é um animal político, perito em jogadas de bastidores, que parece mais interessado em manter o seu negócio do que em passar tempo com a namorada.

Felizmente, Sookie tem outras coisas a que dar atenção: a sua família fae vive um momento problemático e ela acaba envolvida, para não variar. E claro, não esquecer o cluviel d'or que a avó lhe deixou, um objecto mágico resultado do passado (oculto) da avó Adele, o que vai levar a revelações surpreendentes relacionadas com o mundo das fadas.

Eu gosto da protagonista e de muitos dos personagens criados por Charlaine Harris, os livros são super divertidos e a saga tornou-se um vício aprazível, mas nota-se alguma dificuldade em manter o interesse e a diversão nestes livros finais.É compreensível que a autora esteja a arrematar a história, a mostrar-nos o que a protagonista deseja para o seu futuro (uma família, desfrutar o sol e a vida, estar com os amigos humanos), mas esperava algo mais emocionante e condicente com o habitual; é ainda impossível ficar indiferente às pistas que Charlaine Harris tem "espalhado" nestes últimos 2 livros, o que deixa antever uma história a dar para o morna, na minha opinião.

Sangue Impetuoso tem Sookie, Eric, Pam e o resto da cambada, os cenários são familiares e o tom é fiel à colecção, mas fica aquém dos restantes livros (podem ler um excerto aqui) que li até agora.

avaliação: *** (mediano)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...