28 de abril de 2013

Trilogia: Réminiscences / Farces Macabres / Révélations



Autores: Callède, Denys, Hubert
Género:
Banda Desenhada
Idioma: Francês
Editora: Delcourt
Páginas: 140
ISBN:  978-2-840-554622 / 978-2-840-556442 / 978-2-840-558088
---
Estamos em Creeper Creek, uma pequena cidade rural onde todos se conhecem. O dia-a-dia é pacato e sem sobressaltos mas... tudo se altera com a chegada de Betsy Mahorn, uma popular actriz de filmes B.

Com Betsy chegam os assassinatos, mortes macabras relacionadas com o desaparecimento de um rapaz da terra 25 anos atrás, um episódio que os habitantes de Creeper Creek tentam esquecer e do qual evitam falar. Betsy acaba por se ver envolvida na trama macabra e tem de lutar pela sua sobrevivência e provar que é inocente do mal que envolve a cidade.  

O argumento é pouco original e contagia as personagens, desde o trauma que atormenta a protagonista ao padre que vê demónios e pecados em todos os paroquianos, sem esquecer o manda-chuva da cidade, homem sem escrúpulos (what else?), que compra tudo com o seu dinheiro. A acção da trilogia é tal qual o argumento de um filme de terror desinspirado, plasmado num storyboard. O suspense é mantido até ao fim mas a revelação é longe de surpreendente.
 
A história é comum e sem surpresas, mas o ambiente está bem conseguido ao ponto de torcermos que o livro seguinte dê uma reviravolta que salve a trilogia, o que, infelizmente, não chega a acontece
r.
Os desenhos, apesar de muito bons, a paleta de cores usada, uma escolha feliz, não chegam para salvar esta trilogia.



avaliação: ** (fraco)

1 de abril de 2013

Laços de Sangue (saga Sangue Fresco #8)



Autor: Charlaine Harris
Género:
 Fantasia Urbana
Idioma: Português
Editora: Saída de Emergência
Páginas: 288
ISBN:  978-9-89-637302-3
9789896372361
Título original: From dead to worse
---
Laços de Sangue é o oitavo livro da saga Sangue Fresco, numa saga de 13 livros (o último a ser lançado em Maio deste ano) pela autora americana Charlaine Harris.

O enorme sucesso dos livros (e das personagens) originou a adaptação televisiva: a série True Blood (Sangue Fresco, transmitida no canal MOV), com Anna Paquin no papel de Sookie. A série não é fiel aos livros, mas baseia-se neles, acrescentando ou omitindo personagens e/ou situações; tem também um forte cariz adulto, com muito sangue, violência e sexo.

Voltemos ao livro: Sookie Stackhouse tem 27 anos e trabalha como empregada de mesa no bar Merlotte's, na pequena localidade de Bon Temps, no pitoresco Louisiana. Sookie vive sozinha na casa de família, que lhe foi deixada em herança, e luta para pagar as contas. Tenta fazer a vida de uma pessoa normal, mas é impossível; a sua telepatia é demasiado apetecível para os vampiros da zona. E para os lobisomens. E para os metamorfos (a Sookie é uma moça ocupada, sem dúvida!).

Em Laços de Sangue, Sookie é apanhada no meio das lutas internas pelo poder, tanto do lado dos vampiros como dos lobisomens. O irmão, Jason, também precisa de ajuda no seu casamento com Crystal, que já viu melhores dias. Para compor o ramalhete, o seu laço de sangue com Eric forçam-na a desejar a companhia do vampiro com mais regularidade do que gostaria, o que não ajuda visto que o seu namorado oficial, Quinn, continua sem dar notícias.

Neste livro, voltamos aos cenários familiares de Bon Temps e Shreveport, depois da mudança do livro anterior (nos bastidores político-vampíricos, em Rhodes).

Continuo a achar as aventuras da Sookie bastante divertidas e ideais para as viagens casa-trabalho-casa. Confesso que, na conjuntura actual que enfrentamos e com o tempo nublado que teima em não dar lugar ao sol,
estes livros ligeiros são o escape perfeito para um universo quente, excitante e dinâmico, longe de um quotidiano rotineiro. Recomendo-os sem reservas e sei que vou ter saudades desta saga. Vejam também a série, se ainda não tiveram oportunidade de o fazer.

Podem ler um excerto (cerca de 70 páginas) de Laços de Sangue no site da editora Saída de Emergência, aqui.

avaliação: **** (bom)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...