9 de dezembro de 2011

Pride and prejudice / Orgulho e Preconceito

Autor: Jane Austen
Género:
Clássicos da literatura

Idioma:
Inglês
Editora: Public Domain Books
Páginas: 333
Preço: gratuito
ISBN:  0978787110

Avaliação:
****** (obra prima)


Orgulho e Preconceito é um dos livros mais lidos em todo o mundo, um clássico de referência e o expoente do "romance elegante", que arrebatou milhões de leitores ao longo dos anos.

A obra mais famosa de Jane Austen é uma mistura deliciosa de romance, comédia de costumes e drama, onde não falta dinâmica e profundidade, a par de uma galeria de personagens soberbas.

Passada na Inglaterra do século 19, a história centra-se na família Bennet, cuja matriarca casou acima do seu status (numa época onde as mulheres casavam maioritariamente por dinheiro e património) e faz questão que pelo menos uma das suas cinco filhas case com um homem rico, ajudando o clã a sobreviver. As irmãs Bennet irão perder a casa que habitam quando morrer o pai (por este não ter tido um varão) e casar bem será determinante para o futuro de todas.

It is a truth universally acknowledged, that a single man in possession of a good fortune, must be in want of a wife.


O livro começa com a mudança do abastado Mr. Bingley para a vizinhança, que fica em polvorosa. Os Bennet não perdem tempo e os seus esforços dão frutos, com o jovem acabando enamorado pela irmã mais velha (e bonita) do clã, a doce e ingénua Jane. Tudo correria sobre rodas não fosse o altivo amigo de Bingley, Mr. Darcy, que desdenha tudo e todos, especialmente Elizabeth, a segunda filha mais velha da família - e também a jovem mais opinativa, perspicaz e determinada. É no núcleo destas quatro personagens e suas relações que a história se desenrola, acelerada, magnética e cheia de reviravoltas, onde o orgulho e o preconceito apimentam os contactos e extremam as atitudes.


Orgulho e Preconceito
é uma leitura divertida e apaixonante, com personagens memoráveis (o orgulhoso Mr. Darcy, o pedante Mr. Collins ou a despassarada Mrs. Bennet) e situações tão credíveis (o que há de mais real e actual que o amor e as relações humanas e familiares?) que o tornam um romance intemporal. Eu adorei-o simplesmente e fiquei fã de Austen. Corri a ver a série da BBC (1995), que é uma delícia, e já tenho a banda desenhada deste romance viciante. 

Li-o no kindle, na língua original, recheado de notas de rodapé e sinónimos, e não custou absolutamente nada; a amazon.com disponibliza alguns clássicos da literatura a custo zero
para esta plataforma.

4 comentários:

Landa disse...

Já li este livro à uns anos e gostei muito. Agora estou a ouvi-lo em audiobook para treinar um pouco o meu Inglês. Penso ler mais tarde mais obras da autora. Vou aproveitar a tua dica do amazon que eu não sabia que tinha livros grátis. Normalmente vou ao gutenberg mas como não tenho kindle não é tão interessante ler no computador.

Boas leituras

Barroca disse...

Olá, Landa,

também ia muito ao projecto G. mas comecei a notar que as obras tinham muitos erros ou vinham incompletas. Esta que fui buscar à amazon.com está impecável, com notas explicativas e tudo.

Tb não gosto de ler no computador, a não ser manuais de consulta, que dá jeito entre trabalhos e relatórios.

Qto à obra, fiquei fã e acho que a li na altura certa. :)

Boas leituras!

Anna disse...

Com que então rendida aos e-books?! ;)
Eu sou declaradamente fã da Jane Austen há já uns bons anos. E tudo começou com a série da BBC que mencionaste. Daí a começar a pegar nos romances (na altura ainda em português) e a “perseguir” todas as adaptações para o ecrã dos mesmos, foi um pulinho.
Ainda não li todas as suas obras (pena que a autora não tenha tido tempo de vida para escrever mais), mas não faltam muitas e, não sei se será porque, como dizem, não há amor como o primeiro, a verdade é que o Pride and Prejudice continua a ser o meu preferido. Intemporal em termos de temática e aliciante em termos de dinâmica narrativa, assim como de riqueza linguística (no original, claro está). Além disso, não cedendo nos seus traços de literatura feminina, consegue muito bem transbordar dessa categoria, sendo extremamente perspicaz na crítica aos costumes e às regras sociais estabelecidas da época.

Obrigada pela visita e pelos parabéns à titi! :)
E um beijinho grande de boas festas!

Barroca disse...

Eu vou procurar ler tudo dela, mas admito que sinto curiosidade em ler a tradução deste livro. ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...